13.3 C
Canoas
terça-feira, julho 5, 2022
0 0

Filhas e netas de Flordelis acusam pastor Anderson de abusos sexuais

- Advertisement -
Read Time:1 Minute, 35 Second

Duas netas e uma filha da ex-deputada e cantora gospel Flordelis afirmam terem sido vítimas de abusos sexuais cometidos pelo pastor Anderson do Carmo.

Os relatos serão levados pela defesa de Flordelis ao seu julgamento, marcado para o dia 6 de junho. A cantora é acusada de ser a mandante da morte de Anderson, seu marido.

As duas netas que acusam o pastor — Rafaela dos Santos Oliveira, de 21 anos, e Lorrane dos Santos Oliveira, de 26 — são filhas de André Luiz e de Simone dos Santos Rodrigues, que confessou ter planejado a morte de Anderson após o padrasto ter abusado dela. Ambos estão presos e vão a julgamento no próximo mês.

Em entrevista ao EXTRA, Rafaela disse que foi estuprada por Anderson há cerca de cinco anos, quando ainda era menor de idade, enquanto dormia na casa da família.

Segundo a jovem, ela teria acordado com o avô tocando suas partes íntimas, e disse que ele introduziu o dedo em sua vagina.

“Não sei o que ele fez comigo enquanto eu estava dormindo. Estava de short largo e lembro da mão dele nas minhas partes íntimas. Acordei e a cama estava meio molhada, mas não sei exatamente o que aconteceu”, disse ela.

A revelação de Rafaela se contradiz com o seu depoimento dado em 2019. Na época, ela e Lorrane foram questionadas na DH se o avô teria abusado delas, e ambas negaram.

Os questionamentos surgiram por causa das alegações de Flávio dos Santos, filho biológico de Flordelis, que disse que Anderson teria abusado das netas.

No entanto, Rafaela afirmou aos investigadores que o avô nunca tinha tentado nenhum relacionamento “mais íntimo” com ela, e que não tinha conhecimento de que ele tivesse tentado abusar de ninguém na casa. Já Lorrane disse que o pastor “nunca fez ou tentou fazer algo com intenções sexuais” com ela.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Ultimas noticias