24.9 C
Canoas
segunda-feira, fevereiro 6, 2023

Lucas Soares Fontes alerta sobre principais fraudes sofridas por segurados do INSS

- Advertisement -

Segurados do INSS têm sido vítimas de todo o tipo de fraude ao longo dos tempos.  O advogado e gestor público Lucas Soares Fontechama a atenção dos beneficiários para que não caiam nesses golpes e dá dicas importantes para se prevenir.

“Geralmente os segurados são abordados pelos golpistas por telefone, seja por ligações, mensagens de texto ou WhatsApp. No entanto, é muito raro servidores do INSS entrar em contato com os beneficiários. Caso isso aconteça, sempre desconfie de que pode ser uma fraude”, afirma Lucas Soares Fontes.

O advogado adverte que as ligações feitas pelo INSS têm como único objetivo prestar informações ao segurado, e não as solicitar. “Em caso de necessidade de contato com o segurado para alguma informação ou documento, o procedimento será feito por meio do sistema Meu INSS. Essa é um dos meios de garantir segurança aos beneficiários, dificultando fraudes. O problema é que muitas pessoas não sabem disso e acabam sendo vítimas de criminosos”, explica Lucas Soares Fontes.

Desta forma, de acordo com Lucas Soares Fontes, um atendente do INSS nunca irá te telefonar pedir seus dados pessoais. “Caso algum servidor faça isso, ele estará quebrando um protocolo de segurança e corre até mesmo o risco de ser exonerado do cargo público”, afirma o advogado.

Sendo assim, se você é beneficiário do INSS precisa ficar muito atento às diversas táticas de fraude para não ser vítima de alguma delas. Lucas Soares Fontes orienta os segurados para que fiquem atento às informações solicitadas pelo atendente, caso receba alguma ligação, mensagem ou e-mail. “O INSS nunca irá pedir por telefone seus dados pessoais como CPF, senha ou número do cartão, pois eles já possuem essas informações no sistema”, esclarece.

Uma das formas de saber se uma ligação do INSS é verdadeira ou se trata de uma fraude, segundo o advogado e gestor público Lucas Soares Fontes, é inverter o jogo e pedir para que o atendente insira a solicitação no sistema ‘Meu INSS’, que é o meio de comunicação oficial para solicitar informações e documentação aos segurados.

No entanto, criminosos especializados em fraudes estão sempre aprimorando suas abordagens para enganar os segurados do INSS. De acordo com Lucas Soares Fontes, é importante que os beneficiários conheçam as principais táticas para não serem pegos desprevenidos.

“É fundamental ligar o alerta caso o beneficiário seja abordado por um suposto servidor do INSS com as seguintes solicitações: Agendamento de perícia, informações de valores atrasados a receber, benefício bloqueado e aumento de valor do benefício, que são os chamarizes mais comuns para as fraudes. Além disso, nunca se deve clicar em links de mensagens, pois pode ser algum malware de captura de dados do seu computador ou celular”, orienta Lucas Soares Fontes.

Um exemplo que pode esclarecer melhor a abordagem de fraude é a promessa de valores atrasados a receber. Neste caso, o estelionatário entra em contato e informa que o beneficiário tem valores atrasados do seu benefício para receber do INSS. “Geralmente a vítima fica animada com a possibilidade de vir um dinheiro que não estava esperando. É aí que o golpista entra em cena, pois dirá que, para receber o dinheiro, a pessoa deverá pagar uma taxa via depósito em conta bancária. O problema é que muitos desprevenidos caem nesse golpe e só se dão conta de que foi uma fraude depois que fazem o pagamento”, conta Lucas Soares Fontes.

Para se prevenir desses golpes, é importante que o beneficiário sempre tenha em mente que o INSS nunca entrará em contato para pedir seus dados pessoais ou informações sobre o seu benefício. O advogado Lucas Soares Fontes reitera que uma das formas de se livrar das fraudes é ficar sempre atento ao sistema ‘Meu INSS’, pois é lá que estão todas as informações a respeito do seu benefício, bem como andamento de requerimentos.

Ultimas noticias