17.7 C
Canoas
sexta-feira, julho 1, 2022
0 0

Caminhoneiros: Bolsonaro oferece solução “tabajara” para combustíveis

- Advertisement -
Read Time:1 Minute, 28 Second


A Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava) soltou nota à imprensa para criticar a proposta do presidente Jair Bolsonaro (PL) em compensar os estados para zerar impostos sobre os combustíveis, anunciada nesta segunda-feira (7/6). Os caminhoneiros afirmaram que o governo tenta resolver um problema “complexo” com uma “solução tabajara”.

O documento assinado por Wallace Landim, o Chorão, aponta erros de estratégia do governo federal e diz que o risco de falta de diesel no segundo semestre prevalece, sob altos preços e risco de redução de importação. “O presidente Bolsonaro está preocupado com sua reeleição, os caminhoneiros e o povo brasileiro estão preocupados em colocar comida na mesa de suas famílias, não vemos luz no fim do túnel. O país vai parar!!”, avalia o líder caminhoneiro. 

A proposta de Bolsonaro será encaminhada ao Congresso Nacional e visa combater os altos preços dos combustíveis e, por efeito, evitar desgaste do governo com o tema que mais puxa a inflação nos últimos meses. Para isso, propõe compensar os estados para zerar os impostos que incidem sobre diesel e gás até dezembro de 2022. O governo quer também zerar PIS/Cofins e Cide sobre a gasolina e o álcool. 

Os caminhoneiros dizem que a proposta não ataca o principal problema, que é a Paridade de Política de Preços (PPI). “A isenção de Pis, Cofins e da Cide representam 6% na composição do preço do diesel, não refresca em nada na vida do caminhoneiro, e não resolve a inflação que está matando o povo mais pobre de fome. Os preços dos combustíveis vão continuar subindo, o problema não está sendo enfrentado, esse movimento é só um paliativo para aumentar o diesel novamente”, diz. 

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Ultimas noticias